Queimando etapas

Finalmente o ex-técnico da seleção brasileira de vôlei Bernardinho anunciou, por meio de seu partido, o Novo, que não concorrerá ao governo do Rio de Janeiro nas eleições deste ano. Não chega a ser uma novidade, mas é o fim de uma novela que durou meses. Popular e sem história política pregressa, bem ao gosto do Novo, o ex-técnico deverá representar em 2018 o papel de “embaixador” da legenda na disputa eleitoral em 19 estados com o objetivo de “puxar” nomes de candidatos à Câmara e ao Senado, cargos em que as pesquisas o apontam como um nome competitivo. Bernardinho não informou também se aceitará ser vice na chapa presidencial de João Amoedo, presidente do partido. A única certeza até agora é que ele não vai disputar o governo do Rio.

Deixe uma Resposta