Palestra para os vereadores do Brasil

Participei, nesta quarta-feira (23), do 5° Congresso Nacional de Legislativos Municipais para debater a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que prevê mudanças no sistema eleitoral brasileiro, como a implementação do voto “distritão” e da criação de um fundo público de campanha de R$ 3,6 bilhões. O evento ocorreu em Brasília, foi promovido pela União dos Vereadores do Brasil (UVB), e contou com a presença de vereadores de todo o país.

Na ocasião, fiz uma palestra e enfatizei que o distritão é um desastre de trem-bala, porque acaba com o vínculo do parlamentar com as bases municipais. Falei aos vereadores que o distritão destrói o municipalismo, e eu sou defensor do municipalismo. Esse sistema representa o fim da relação com os prefeitos e vereadores. E o distrital misto, a meu ver, é a posição mais coerente. Eu sempre fui um deputado distrital, porque as minhas relações eram com meus vereadores e prefeitos, que sempre estiveram ao meu lado e me ajudaram a vencer seis vezes consecutivas as eleições para deputado federal.

Eu ressaltei ainda aos vereadores que creio na aprovação da cláusula de barreira e na manutenção das coligações nas eleições proporcionais. Também salientei que, além dos modelos distritão e distrital misto, o financiamento público de campanha também não deverá ser acatado. Penso que haverá uma grande pacificação, com uma reforma que vai atender ao interesse da classe política e dos brasileiros.

 

1 Comentário

  • marcos colares

    agosto 26, 08 2017 08:55:30

    Dr. Roberto, sempre coerente e apostando no bom debate e na capacidade de Lideres Politicos que são a favor da DEMOCRACIA e de um Pais livre dos corruptos sem excessao.

Deixe uma Resposta