Lava Jato na hora da decisão

Na minha entrevista à Revista Veja, disse que está na hora de a Operação Lava Jato fechar o pacote e “parar de inventar”. Para que não reste dúvidas, não estou em nenhum momento pregando contra a Lava Jato, até porque sou um grande incentivador do trabalho que está sendo feito. Minha colocação é no sentido de que a Lava Jato tem que começar a produzir resultados em cima do que foi descoberto até aqui, ou seja, tem que dar consequência às suas investigações. A força-tarefa da operação não pode querer fazer disso uma espécie de guerra napoleônica, abrindo tantos flancos de combate que acabe por enfraquecer o seu comando. Por outro lado, o Brasil não pode viver apenas de sentenças e condenações, pois isso não coloca comida na mesa de ninguém. Os brasileiros estão preocupados com o desemprego, com a queda na renda, com o dinheiro curto para pagar as contas. Temos que pacificar o país, pacificar os poderes, e caminharmos para a frente, para gerar emprego e renda e melhorar a vida da população. Neste sentido, a Lava Jato precisa fechar seus trabalhos e partir para a conclusão de suas ações, antes que ela própria se enfraqueça a ponto de ser até mesmo derrotada por quem aposta na impunidade fornecida pelo manto do foro privilegiado.

1 Comentário

  • Luciana Carnevale

    fevereiro 24, 02 2017 06:17:05

    Já está na hora de a força-tarefa da Lava-Jato pelo menos delinear os rumos dos procedimentos. Apoio Moro incondicionalmente, quero que Lula pague pelo o que fez , mas esperar pela 400ª fase, em uma suposição, não é o melhor a se pensar no momento. Precisamos de agilidade, respostas, até para pacificar o País, conforme bem lembrou Roberto Jefferson. Até, inclusive, para que não haja opiniões distorcidas sobre os acontecimentos. Ah, excelentíssima Cármen Lúcia, pelo bem do Brasil, divulgue logo as delações. Agradecemos muitíssimo.

Deixe uma Resposta