Depois da tempestade petista, o início da bonança

Depois dos últimos anos desastrosos da gestão fracassada de Dilma Rousseff, o PIB brasileiro enfim começou a se recuperar. De acordo com o IBGE, o PIB de 2017 fechou em 1% de crescimento, na comparação com 2016. Em valores correntes, o valor do PIB em 2017 atingiu R$ 6,6 trilhões, resultado puxado principalmente pela força do nosso agronegócio.

O resultado divulgado pelo IBGE mostra que a economia brasileira começou a se recuperar em 2017, mas ainda não repõe as fortes perdas da atividade econômica na crise. Em 2014, quando as lambanças de Dilma começaram a levar o Brasil para o buraco, o crescimento foi de apenas 0,1%. Nos anos de 2015 e 2016, no auge da recessão, o PIB recuou mais de 7%, fazendo explodir o desemprego, o fechamento de empresas, a inadimplência e o endividamento da sociedade. Somente agora estamos retomando o rumo do crescimento.

Ainda levará uns dois ou três anos para recuperarmos tudo que perdemos após o desastre petista, mas estamos no caminho certo. E para que o crescimento seja realmente sólido, o Congresso precisa aprovar a reforma da Previdência e a reforma tributária. Este deve ser um compromisso prioritário do próximo presidente.

Deixe uma Resposta