Demora mas volta

Com cidadania dupla, Eike Batista prepara-se para escapar da Justiça brasileira. Se conseguir, será o primeiro na Lava Jato; no mensalão, o petista Henrique Pizzolatto fugiu para a Itália, retornou dois anos depois, e hoje cumpre pena de 12,7 anos na Papuda, em Brasília. A Polícia Federal da Alemanha, a BKA, segundo o “Estadão”, informou que, caso o empresário do “X” se encontre em território alemão, teria de passar por uma decisão da Justiça daquele país. Como se trata de criminoso comum, creio que a Alemanha de Angela Merkel, que não tem como prática extraditar cidadãos alemães, vai acabar permitindo que ele retorne ao Brasil para cumprir pena. Lula não autorizou a extradição de Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Itália, mesmo assim o governo italiano autorizou a volta de Pizzolatto. É ter paciência e esperar que o ex-Midas acerte as contas com a Justiça brasileira.

1 Comentário

  • Luciana Carnevale

    janeiro 27, 01 2017 08:19:34

    Li, há pouco, com perplexidade, que Eike teria dito a seus advogados que voltaria a Brasil desde que um presídio ‘menos violento’ fosse lhe ‘apresentado’ como viável. Se a moda pega… Lamentável! Esperamos que o ‘Senhor X’ cumpra a pena que lhe será cabida após o julgamento. Em nome da lei, da ética e da moralidade. Eike, sua casa caiu. Volte logo porque você já perdeu.

Deixe uma Resposta