De, com e para

De acordo com o Instituto Datafolha, a “força [eleitoral] de Lula resiste após condenação na Lava Jato”. Pesquisa feita pelo Instituto – realizada na quarta (27) e quinta (28) passadas – apurou que o ex-presidente mantém a dianteira sobre todos os concorrentes até aqui colocados para a disputa presidencial de 2018 c0m 36% das intenções de voto se a eleição fosse hoje.

No segundo turno, Lula também bateria seus adversários; sem ele, que pode ser impedido de concorrer se for condenado em 2ª instância (já foi condenado na 1ª pelo juiz Sérgio Moro por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex no Guarujá), ou se o STF voltar atrás na decisão que permitiu a prisão de condenados antes do fim de todos os recursos. O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, tido como provável substituto do ex-presidente se ele for barrado, alcançou apenas 3% dos votos no cenário mais favorável a ele; já o ex-ministro Ciro Gomes, igualmente do campo da esquerda apesar de ter iniciado sua carreira política na Arena, legenda que sustentou os militares no poder.
Ironicamente, o petista seria o mais rejeitado entre todos os concorrentes, com 42%. O que o Datafolha não explicou foi qual a justificativa técnica para que Lula, apesar de investigado na Lava Jato e acusado por seu ex-ministro preferido (Antônio Palocci) de ter sucumbido à corrupção mais deslavada enquanto presidente da República, viu diminuída a rejeição ao seu nome, mas ainda assim a maior dentre os nomes colocados na mesa.
Outro ponto importante na pesquisa Datafolha: com Lula em primeiro lugar, ou seja, o PT, e o deputado Jair Bolsonaro em 2º, pelo PEN, permaneceria o cenário de radicalização entre esquerda e direita que tanto mal causou ao país.
O mais surpreendente, no entanto, é Lula liderar a corrida sucessória de 2018 em que pese a destruição de sua imagem na Lava Jato e suas reconhecidas e reiteradas mentiras para esconder o óbvio, o que me leva a concluir que, se a pesquisa estiver mesmo correta, um terceiro mandato do ex-presidente seria um governo de ladrão com ladrões e para ladrões.

 

2 Comentários

  • Prof. Hariovaldo

    outubro 01, 10 2017 03:55:46

    “um terceiro mandato do ex-presidente seria um governo de ladrão com ladrões e para ladrões.”

    mas nesse governo, seu beto jeff, nem todos os ladrões fariam parte. você e sua trupe, por exemplo, estariam fora.

  • Eduardo

    outubro 02, 10 2017 12:12:27

    Se lula voltar terá uma herança verdadeiramente maldita aonde esse estado gigantesco que ajudou a criar e perpetuar fazendo que a banana coma o macaco sendo que o macaco é nós,.o contribuinte.

Deixe uma Resposta