Corte do ICMS penaliza estados e municípios

Tenho lido na imprensa que o governo federal quer propor mudança no ICMS, que é o único imposto que os estados possuem, além do IPVA. Essa ideia da União de acabar com o ICMS significa colocar estados e municípios ainda mais de pires na mão, é fazer de Brasília a Meca para romaria de prefeitos para pedir favor a Maomé. Não é possível mais essa hiper-concentração de recursos nas mãos do governo federal. É nos estados e municípios que o cidadão vive sua vida, é onde as coisas acontecem. Este tema faz parte dos debates em torno da reforma tributária, e não pode se dar de forma açodada. É preciso discutir com profundidade a crise fiscal no Brasil, que tanta penaliza os estados e municípios, e cortar o ICMS não é a melhor solução.

2 Comentários

  • HIdenary Alexandre

    fevereiro 16, 02 2017 02:10:20

    Gostaríamos de contactar Vossa Senhoria para uma palestra como fazemos.

  • Luciana Carnevale

    fevereiro 16, 02 2017 06:24:17

    Péssima, para não dizer horrível, a decisão do governo de propor o fim do ICMS. Temos vários entes públicos, mas é certo que os brasileiros residem em um deles: nos municípios. Portanto, há de se manter a ‘saúde’ das cidades. Ao barrar, ou pelo menos pensar na hipótese de dar cabo ao Imposto, ficaremos em uma sinuca de bico. Em resumo: se a situação está ruim, por conta da crise, com o ICMS, imagine sem o tributo. Que essa ideia fique apenas no pensamento de nossos governantes. E que a mesma não siga a qualquer papel oficial.

Deixe uma Resposta