Censura não!

Meus cumprimentos à decisão do presidente Michel Temer de vetar artigo da nova lei eleitoral, que poderia censurar a internet. Causou forte polêmica uma emenda incluída no projeto da reforma política aprovado pela Câmara, para permitir a remoção de conteúdos da internet após uma denúncia de “discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido, coligação, candidato ou de habilitado (à candidatura)”.

Segundo o texto que havia sido aprovado, não seria necessária uma autorização judicial para a retirada de conteúdo. Temer age corretamente ao vetar esta norma que tinha cheiro de censura prévia.

1 Comentário

  • ISRAEL PEREIRA ANDRADE

    outubro 08, 10 2017 02:25:15

    Era o absurdo que faltava – Censurar os criticos da Corrupção Vigente!

Deixe uma Resposta