BC surpreende mercado

O Comitê de Política Monetária do Banco Central surpreendeu o mercado financeiro nesta quarta-feira, e decidiu manter a taxa básica de juros, a Selic, no mesmo patamar de 6,5%. A aposta do mercado era a de que haveria mais um corte, de 0,25%, que então encerraria o viés de redução da taxa iniciado no ano passado. Segundo especialistas, a decisão do Copom foi motivada pela pressão sobre as cotações do dólar, que se acentuou nos últimos dias, e também devido à instabilidade no cenário internacional.

O comunicado divulgado pelo Copom ao final da reunião destacou que “o cenário externo tornou-se mais desafiador e apresentou volatilidade”. Ou seja, apesar de estarmos com a inflação nos patamares mais baixos dos últimos anos, e com a atividade econômica ainda emperrada, a situação do dólar e até mesmo o aumento nos juros dos Estados Unidos ditaram os rumos da decisão dos membros do Copom. Agora, essa marca de 6,5% não deve mudar até pelo menos o início da eleição, a não ser que venha uma crise internacional que obrigue ao aumento na Selic.

Deixe uma Resposta